cirurgia do aparelho digestivo

Tudo que você precisa saber sobre cirurgias do aparelho digestivo

O sistema digestivo tem por função captar os nutrientes dos alimentos que ingerimos e transformá-los em energia, de modo que todos os órgãos consigam desempenhar suas funções. Em caso de problemas, existem vários tipos de cirurgias do aparelho digestivo que podem ser realizadas para tratá-los.

Você sabe quais são? Nesse artigo, iremos explicar um pouco mais sobre esse sistema, as técnicas cirúrgicas mais utilizadas e quais distúrbios e doenças indicam a necessidade de cirurgia.

Conheça o aparelho digestivo

Inseridos no aparelho digestivo estão vários órgãos que atuam nos processo de digestão e metabolização dos alimentos. Esses órgãos são boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso, reto e ânus.

A digestão se inicia quando ingerimos algum alimento. Após a mastigação, a saliva é incorporada a ele, formando um bolo alimentar que segue pelo esôfago até o estômago. Nesse órgão, o bolo é misturado às enzimas e aos hormônios gástricos, tendo seu volume reduzido.

Em seguida, o processo de digestão prossegue até o intestino, momento em que o bolo alimentar entra em contato com a bile, as secreções pancreáticas e entéricas. Nessa fase, os nutrientes são absorvidos pelo intestino delgado e as águas e sais minerais pelo intestino grosso.

A sobra dessa absorção é transformada em um bolo fecal, que se acumula no reto até ser liberado pelo ânus.

Quais são as formas de realizar uma cirurgia no aparelho digestivo?

As cirurgias do aparelho digestivo podem ser realizadas por meio de cirurgia aberta (laparotomia) ou por um procedimento menos invasivo chamado de laparoscopia. A laparotomia é feita a partir de cortes no abdômen e manuseio dos órgãos.

Já a laparoscopia é realizada pelo uso de um laparoscópio, um cabo de fibra óptica que tem um câmera em sua extremidade, para que o cirurgião receba imagens do interior do paciente sem a necessidade da abertura da cavidade abdominal.

Por isso, é considerado um método menos invasivo. Além disso, tem um tempo menor de internação, com menos dor, recuperação rápida e com um pós-operatório mais tranquilo. Apesar de também existir risco, eles são bem menores do que na laparotomia.

Quais são as cirurgias do aparelho digestivo mais comuns?

Existem vários tipos de cirurgia do aparelho digestivo, pois esse sistema engloba muitos órgãos. Entre as mais comuns estão:

  • Tratamento de câncer: o câncer pode afetar diversos órgãos do aparelho digestivo, sendo mais frequente, sobretudo, no esôfago, estômago, pâncreas e intestino grosso. Na maioria dos casos, a cirurgia consiste na remoção do tumor;
  • Colecistectomia: realizada para tratar a colecistite, um problema causado pela presença de cálculos na vesícula biliar. Em suma, a cirurgia consiste na retirada da vesícula ou dos cálculos;
  • Hérnias: Existem vários tipos de hérnias, as que acometem o aparelho digestivo são a inguinal, femoral, umbilical, epigástrica e incisional. A cirurgia é indicada nos casos em que existe a possibilidade de estrangulamento da hérnia. O procedimento pode ser realizado por cirurgia aberta ou por laparoscopia e consiste em retornar a protrusão ao seu lugar de origem e colocar uma malha sintética sobre o defeito;
  • Colectomia: cirurgia de retirada parcial ou total do cólon;
  • Esofagectomia: operação para retirada parcial ou total do esôfago;
  • Gastrectomia: procedimento de retirada total ou parcial do estômago;
  • Pancreatectomia: cirurgia para remoção total ou parcial do pâncreas;
  • Hepatectomia: retirada parcial ou integral do fígado.

Essas são apenas as cirurgias do aparelho digestivo realizadas com mais frequência. Existem inúmeras outras não citadas neste artigo. Caso queira conhecê-las, procure um gastroenterologista.

Quer saber mais? Clique no banner!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp