Doctor working in the office and listening to the patient, she is explaining her symptoms, healtcare and assistance concept

Importância do diagnóstico precoce do câncer

O câncer faz parte do grupo de doenças e agravos não transmissíveis, principais responsáveis por adoecimento e morte da população mundial. Em 2018, cerca de 36 milhões de óbitos no mundo aconteceram em decorrência de doenças não transmissíveis, sendo que 48% ocorreram por causa de doenças cardiovasculares e 21% por câncer.

Muitas mortes certamente poderiam ser evitadas se o tumor tivesse sido diagnosticado precocemente. Infelizmente, muitos tipos de câncer só são descobertos em estágios avançados. A doença, em boa parte dos casos, permanece silenciosa e só dá sinais preocupantes quando já está em uma fase de difícil tratamento e possibilidade mínima ou inexistente de cura.

Tal situação atrasa o diagnóstico e prejudica o tratamento. Por isso, qualquer anormalidade em relação à saúde deve ser sempre investigada, mesmo que a manifestação seja inespecífica e não pareça indicativo de doença grave. Uma alteração no hábito intestinal, o surgimento de uma mancha, uma dor diferente… Sintomas simples que podem, sim, ter relação com câncer. É indispensável ouvir o que o corpo fala e buscar ajuda médica para diagnosticar o que a pessoa tem!

Leia o artigo e descubra por que é tão importante diagnosticar o câncer precocemente. Quanto mais cedo, melhor!

Diagnosticar a neoplasia cedo melhora o prognóstico da doença

Nem sempre o diagnóstico precoce de um tumor eleva as possibilidades de cura, entretanto, de modo geral, a neoplasia identificada em estágio inicial costuma apresentar um prognóstico mais favorável do que as doenças neoplásicas diagnosticadas em estágios avançados. Assim que o câncer é confirmado, ele pode ser tratado, a fim de melhorar a qualidade de vida do paciente e possibilitar o alívio, ainda que temporário, dos sintomas.

O diagnóstico precoce aumenta as chances de cura

Descobrir o câncer logo no começo pode aumentar as chances de cura. É claro que isso depende também da localização, tamanho e tipo do tumor. O câncer de mama, por exemplo, se descoberto em fase inicial, apresenta possibilidade de cura superior a 90%. Para completar, o diagnóstico precoce reduz o risco de sequelas de tratamentos oncológicos e diminui significativamente a taxa de mortalidade.

Identificar o câncer cedo adianta o início do tratamento

Atualmente, é possível diagnosticar vários tipos de câncer precocemente por meio de exames de rastreamento. Os testes são capazes de identificar a doença mesmo quando não existe sintoma algum. 

Não são exames para confirmar a suspeita. Na verdade, quem se submete ao rastreamento está aparentemente saudável, mas apresenta algum fator de risco para o desenvolvimento de certos tumores.

O rastreamento pode identificar cânceres em fase inicial ou, até mesmo, lesões que podem evoluir para a malignidade, permitindo, assim, que tumores sejam tratados imediatamente, antes que tenham tempo de avançar. 

Câncer de colo do útero, câncer de mama, câncer colorretal, câncer de esôfago, câncer de estômago, câncer de pulmão e cânceres da cavidade oral são rastreáveis precocemente.

Quer saber mais? Clique no banner!

O que deseja encontrar?

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on google
Share on twitter
Share on email
Share on whatsapp